POSTED BY fernanda | abr, 13, 2018 |
hebiatria

Apesar de ser uma especialidade já antiga no Brasil, a hebiatria é uma área pouco conhecida, e o nome causa estranheza a maioria das pessoas que o escuta. O nome faz referência a deusa grega da juventude Hebe.

Hebe = juventude + iatra = médico.

Sendo assim hebiatra é um pediatra que se especializou no atendimento de adolescentes.

Essa fase da vida é acompanhada de mudanças drásticas, tanto do corpo quanto da mente, por isso a necessidade de um acompanhamento diferenciado.

Adolescência de acordo com a OMS compreende a faixa etária de 10 a 19 anos e de acordo com Estatuto da Criança e do Adolescente, de 12 aos 18 anos. Contudo, mais do que a idade cronológica, adolescência é um estado mental, em que aquele que até então era criança, passa a enxergar o mundo de forma diferente. Acontece o processo de “separação” simbólica dos pais, o indivíduo adquire autonomia, consegue pensar e responder por si, começa a questionar e relativizar ensinamentos dos pais. Ele não é mais criança, mas ainda não é reconhecido como igual pelos adultos, tem que descobrir quem é, em qual “grupo” se encaixa, como ser aceito pelo outro.

Todo esse processo é doloroso, tanto para o adolescente, quanto para os pais, o que pode então culminar em tantos conflitos. O hebiatra, ou médico do adolescente, pode ajudar sendo uma fonte a mais de orientação e informação, ajudando tanto os pais quanto os filhos a passarem da melhor forma possível por essa fase que pode ser tão turbulenta.

Somado a todas as mudanças psíquicas, o corpo começa a mudar, inicia-se a puberdade – processo de amadurecimento do corpo para se tornar adulto – mudanças hormonais importantes, desenvolvimento de caracteres sexuais secundários (mamas, pêlos, etc). Exceto pela vida intra-uterina, é fase de crescimento mais rápida que o ser humano passa. Daí a necessidade de um olhar atento para detectar qualquer anormalidade, e por isso o papel do hebiatra é tão importante.

Na consulta com o hebiatra o adolescente terá um espaço para tratar de questões próprias da idade, como sexualidade, uso de drogas, relacionamento com família e amigos, atividade física, o próprio corpo, entre outros. Além disso terá um atendimento médico do ponto de vista biológico específico para essa fase da vida.

TAGS : adolescência hebiatra hebiatria médico do adolescente puberdade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *